quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Espuma


É como a espuma do mar, a vida. Acontece em ondas, sucessivas, ora calmas, ora violentas, leva-nos ao cume e, rapidamente, estende-nos por terra. Desfaz-se nas mãos, a espuma das ondas, e gasta-se em mil nadas a vida vivida. Como a onda morre na areia, morre a vida depressa demais. Tão ténue a espuma. Tão ténue a vida.

1 comentário:

  1. A vida pode ser "tão ténue", mas desistir não é opção!

    ResponderEliminar