segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Crianças

Trazem o nariz vermelho, as mochilas carregadas, as bochechas brilhantes. Entram a correr e riem como se não houvesse amanhã. Levantam o dedo, têm opinião, lêem e concluem com a certeza da sua ingenuidade. Fazem-me bem, aquecem-me a alma, iludem-me a existência. Faz sentido, sim, lembrar "Que o melhor do mundo são as crianças"!

1 comentário:

  1. O que seria do mundo sem as crianças?

    Cumprimentos.

    ResponderEliminar