sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Calendarizar

Recomeçam as aulas, abre-se o calendário e fazem-se planos e projectos. Calendariza-se a vida, como se fosse possível controlá-la, organizá-la, fazê-la cumprir-se dentro das nossas conveniências. Abro de novo o calendário escolar, conto os dias, marco as datas das avaliações sumativas, (os testes obrigatórios de que tanto discordo), agendo as provas de oralidade formal, os dias de entrega de portefólios e selecciono, com cuidado, os textos que quero ler com os meus miúdos. A meu lado, o programa e as competências, os descritores de desempenho, os conteúdos.
Conheço bem o programa, gosto dele, mas parece-me, agora, muita coisa que se faz pouca. Precisava de um calendário maior, de aulas onde houvesse tempo para sorrir e descobrir, para experimentar o sonho, para ousar a diferença no estilo e na lingua. Com especial atenção penso nos meus alunos de 7º ano. Para eles, a diferença ainda pode acontecer. TEM de acontecer... E elaboro a lista de temas orais. Quero que pensem, que cresçam, mas, sobretudo, quero que aprendam a ser melhores pessoas. Se o conseguirei?! Não sei. Mas tenho esperança. Confio neles e em mim!

2 comentários:

  1. Ai, ai.. vai sobrar para nós!
    Miguel

    ResponderEliminar
  2. Ah, os temas da oralidade formal... Até tremo!
    Cláudia

    ResponderEliminar