sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Na Noite

"Na noite escreve um Cantar de Amigo", diz Pessoa de D. Dinis. Hoje, sem conseguir dormir, vem-me à memória este verso.
Os amigos, o cantar, a noite. Um trio que, para mim, é fundamental! Os amigos que me ouvem, que me compreendem, que não sabem tudo, que não julgam, que me mimam; o cantar feito a Poesia que me acompanha, que é sempre nova, que me embala quando durmo e me ajuda a esgotar a insónia quando o sono não vem; a noite que se faz de ruídos, de estalar da madeira velha das cómodas herdadas, do ladrar dos cães, do pio da coruja que me arrepia a alma.
Se eu fosse poeta, como D. Dinis, também gostaria de, à noite, escrever Cantares de Amigo!

1 comentário:

  1. Uma boa e muito sossegada noite!
    Os amigos velam...

    ResponderEliminar